Muito além das áreas de P&D

As grandes companhias já não dependem mais apenas de suas áreas de pesquisa e desenvolvimento para gerar soluções inovadoras. Para fomentar a captação de ideias fora do escritório, elas montam programas para se aproximar de startups que tenham sinergia com os seus negócios. O objetivo é ajudar essas empresas iniciantes a viabilizarem produtos e serviços com potencial transformador. A depender de quão bem executarem seu projeto, é possível, inclusive, que recebam um investimento dessas companhias. Como as startups estão mudando os processos de inovação das grandes corporações? Quais os ganhos obtidos com essa estratégia? Como a iniciativa vem transformando a mentalidade dos funcionários em relação aos processos de inovação? Essas e outras questões foram discutidas no Grupo de Discussão Empreendedorismo e Venture Capital.

Participantes:

• Rodrigo Menezes, sócio do Derraik & Menezes Advogados
• Fernando Freitas, gerente do departamento de inovação do Bradesco
• Ítalo Flammia, diretor da Oxigênio Aceleradora
• Leonardo Santos, CEO da Semantix
• Luiz Gustavo Ortega, gerente de desenvolvimento sustentável da Braskem
• Marcelo Nakagawa, professor do Insper
• Pedro Chaves Barcellos, diretor comercial da Goclic
• Ricardo Francisco Esposto, gerente de prospecção e estratégia de P,D&I da Suzano

Conteúdo exclusivo para associados

Ingresse para o Clube de Conhecimento e tenha acesso a esse áudio e outras vantagens.