Primeiro ano do Informe CBGC

Neste ano, pela primeira vez, todas as companhias emissoras de ações registradas na categoria A da CVM tiveram que preencher o Informe sobre o Código Brasileiro de Governança Corporativa (CBGC). O documento, composto por 54 práticas recomendadas, segue o modelo do “pratique ou explique”. Ou seja, caso a companhia não adote determinada prática, é necessário que justifique o motivo. No primeiro ano de adoção, 108 empresas entregaram o informe. Em suas explicações, precisaram se debruçar sobre assuntos delicados, como acordo de acionistas, transações com partes relacionadas e gestão de riscos. Qual o balanço dessa primeira experiência? As justificativas dadas pelas empresas atenderam às expectativas de investidores e regulador? Quais foram as principais dificuldades enfrentadas pelas empresas no preenchimento do informe? O que pode ser melhorado para o próximo ano? Essa e outras questões foram debatidas no Grupo de Discussão do dia 22 de maio de 2019.

Participantes:

Jerri Ribeiro, Sócio da PwC Brasil
Luiz Martha, Gerente de Pesquisa e Conteúdo do IBGC
Reynaldo Goto, Diretor de Compliance da BRF
Ana Lucia Pereira, Superintendente de Listagem e Supervisão de Emissores da B3
Kieran McManus, Sócio da PwC
André Antunes Soares de Camargo, Sócio do TozziniFreire Advogados

Conteúdo exclusivo para associados

Ingresse para o Clube de Conhecimento e tenha acesso a esse áudio e outras vantagens.