Financiamento da Infraestrutura no Brasil

No dia 27 de abril, a revista CAPITAL ABERTO promoveu uma mesa de debates para discutir os desafios para o financiamento de projetos de infraestrutura.

A crise política, a recessão econômica e o rebaixamento do rating do Brasil, bem como de bancos e empresas, têm prejudicado o financiamento de projetos de infraestrutura. Com os juros acima de 14% ao ano e o mercado de crédito mais seletivo e rigoroso na concessão de empréstimos, torna-se difícil o lançamento de debêntures de infraestrutura e de outros títulos de captação. Entre as questões debatidas, estão:

- Quais caminhos deveríamos adotar para destravar o mercado?
- Quais as principais diferenças do financiamento da infraestrutura no Brasil e nos modelos de outros países vizinhos (Peru, Colômbia, Chile) ou em desenvolvimento (China, Índia, Rússia)?
- Esses modelos seriam boas alternativas para melhorar o investimento em infraestrutura no Brasil?
- O que poderíamos ou deveríamos trazer para nossa realidade? Existe alternativa para criação de project bonds no País?

Participantes:

• Humberto Tavares, coordenador jurídico de project finance do Bradesco
• Ian Guerriero, diretor de portos e aeroportos do Ministério do Planejamento
• Marcelo Michaluá, sócio da RB Capital
• Rosane Menezes, sócia do Madrona Advogados
• Victor Rico, diretor do CAF
• Marcelo Cosac, sócio da área de mercado de capitais do Madrona Advogados

Conteúdo exclusivo para associados

Ingresse para o Clube de Conhecimento e tenha acesso a esse áudio e outras vantagens.